Há muitos projetos que empreendemos em 2020, mas, devido às restrições derivadas da pandemia, tem sido difícil comunicar e compartilhar. O arranque da fábrica CSO Ambiental de Salto SPE S.A. é um exemplo.

A unidade de tratamento de Salto (SP) é um projeto da Bianna Iguaçumec com capacidade de triagem superior a 100 toneladas / dia. Uma linha que processa os resíduos mecanicamente, separando materiais orgânicos e recicláveis, e com um objetivo: que apenas o mínimo vá para um aterro sanitário, conforme exige a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

É uma fábrica alinhada ao nosso duplo compromisso com o cliente e o meio ambiente: garantir o aproveitamento máximo do potencial de riqueza existente nos resíduos urbanos. Um projeto que, além de prolongar a vida útil dos aterros e gerar rentabilidade para o cliente, é fonte de emprego e riqueza para a região, dando mais um passo em direção à sustentabilidade.

Projetada pela equipe técnica da Bianna Iguaçumec, a Planta de Recuperação de Resíduos de Salto incorpora equipamentos e tecnologias de última geração que aumentam a rentabilidade da planta e geram maiores índices de rentabilidade pela maximização do volume de resíduos recuperáveis.

Alguns dos elementos-chave desta planta são: a pré-seleção de itens volumosos, o abridor de bolsas, o tromel para a separação da fração orgânica ou a cabine de triagem manual para a recuperação de recicláveis. O material que não é recuperado para reciclagem é triturado para sua recuperação como Combustível Derivado de Resíduos.

A usina, que começou a operar em março, foi inaugurada em agosto em solenidade com a presença do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, e da presidente da CETESB, Patrícia Iglecias.

Press:
https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/2020/08/salto-inaugura-usina-de-valorizacao-de-residuos-solidos-urbanos/

Deixamos vocês com algumas imagens: